Postagens

Mostrando postagens de 2015

Meu amor,

Sabe quando você ama tanto alguém que não consegue encontrar palavras para explicar? E só de ver a pessoa sorrir você já se alegra por dentro e é como se o mundo inteiro sorrisse para você, porque na verdade seu mundo está sorrindo. E quando você abraça a pessoa e tudo fica bem, como se você estivesse dentro de casa, um abraço para se chamar de lar. E então você a olha nos olhos e vê a felicidade, vê um infinito de possibilidades de dizer o amor que está sentindo, mas mesmo assim não diz nada porque seus olhares se conversam e brilham e você consegue sentir o amor e transmiti-lo. E sorri. E o sorriso é verdadeiro e você recebe de volta o sorriso que mais importa no mundo. E quando suas mãos se entrelaçam e se encaixam perfeitamente e você sabe que pode enfrentar tudo, desde que estejam juntos. E seus corpos ficam juntos e você sente o paraíso, como se estivesse no lugar certo, na hora certa e com a pessoa certa. E ai a pessoa fala e a voz dela é tudo o que você precisa ouvir. E as bat…

O Menestrel

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar a alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa aprender que beijos não são contratos, e que presentes não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante, com graça de um adulto e não a tristeza de uma criança. E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair meio em vão.

Depois de algum tempo, você aprende que o sol queima, se ficar a ele exposto por muito tempo. E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que, não importam quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo (a) de vez em quando, e você precisa perdoa-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que leva-se anos para construir confiança e ap…

Crítica sobre o filme 50 tons de cinza

Imagem
Nunca fiquei curiosa para ler 50 tons de cinza, sabendo de seua reputação, sadomasoquismo não é o meu forte. Confesso que minha recepção para com o livro não foi boa, afinal, por que eu leria um livro inspirado em crepúsculo com sexo e sadismo? Pois bem, ao ver o trailer do filme minha curiosidade despertou, apenas o trailer é bem instigante (acho que essa é a palavra certa) - afinal todos nós somos carnais. Eu poderia escrever mil coisas sobre o filme, ou melhor, cinquenta (piadinha tosca), ou apontar detalhes específicos do filme, mas vou mostrar situações interessantes e, claro, um pouco de psicologia.  Christian Grey é um milionário de sucesso com gostos peculiares, enquanto Anastásia é uma garota comum, atrapalhada, tímida e virgem. Christian Grey sente uma atração por ela, e como controlador e conquistador que é, consegue tê-la, sob suas regras, mas o que ele não esperava é que Anastásia mudaria algumas regras de seu joguinho e deixaria-o tendo noites de insônia refletindo sobr…