Viver


Quero me libertar, deixar todos os problemas para lá, esquecer as dores e o vazio. Poder olhar para o céu azul e sorrir com a simplicidade de cada pequena coisa. Quero amar, sentir o calor percorrer meu corpo, um abraço me proteger e palavras doces no ouvido. Quero tanta coisa que às vezes me perco em meu querer, mas acima de tudo, quero ser feliz – sorrir sem motivo aparente pelo simples fato de ter acordado com o pé direito e estar de bem com a vida. Quero-me sentir viva, pulsante, apaixonada, extasiante, alegre. Quero todos os bens querer da vida, porque viver é maravilhoso.

Atrás de mim


Tenho um ticket só de ida, na mochila sonhos de ainda ser feliz. Um adeus para os mais velhos, mas tenho ainda muito medo da vontade de ser quem eu quis. Quero abrir as asas para poder voar em fim, então ser livre e viver longe daqui. Uma guitarra eu vou ter, a escola da primeira vez, amigos que não volto a ver, na primavera uma canção, as fotos do primeiro amor, lembranças do ultimo verão, eu vou deixando atrás de mim. Tenho nós pela garganta, tenho um mapa que me leva a um outro país, pouca coisa quase nada, uma história e a vontade de ser quem eu quis, e as lembranças eu vou deixando atrás de mim.

Jovens


Somos jovens demais para sofrer pelas desilusões do amor, mas velhos demais para não se preocupar com isso. Cada lágrima, dor, amor e sorriso intensificado na juventude. Toda noite um fim de mundo, toda manhã uma alvorada revigorante com a certeza da vida. A liberdade grita em nossos peitos enquanto o desejo de estar com alguém arde em nossos corações. E isso significa ser jovem, o certo namorando o incerto, a intensidade dos momentos e a loucura estampada no sorriso de cada um.

Vazio


Ela queria gritar, mas o som preso na garganta não seria ouvido por ninguém.  Tantas pessoas ao redor e mesmo assim vazia. Tantas pessoas ao lado dela, mas mesmo assim invisível. Tudo o que queria estava inalcançável e o amor já parecia distante no horizonte de uma noite que vem e jamais vai embora. Ah, quem dera pudesse sentir alguma coisa novamente, acreditar que um dia as coisas ficam bem, mas o nada é melhor que a dor, e em quesito de vazio ela entendia muito bem.

Adeus


Todos nós sabemos que um dia as pessoas vão partir, mas nunca estamos preparados para dizer adeus. Em um dia pode estar tudo bem e no outro chega a noticia arrebatadora da perda, é como ficar sem o chão, o ar dos pulmões, a razão e o senso. Nada mais faz sentido então. Tudo o que foi construído ao longo dos dias, meses e anos desaparecem e sobra apenas o imenso vazio. A escuridão toma conta dos olhos e a dor não pode ser medida em palavras e só os fortes conseguem sair do que chamo de “período das trevas”. Nesse momento é preciso ter fé e acreditar que tudo vai ficar bem, mesmo passando pelo fim do mundo todas as noites. Não podemos desistir de nós mesmos, pois Deus não desiste. Temos que continuar lutando a cada dia por um dia melhor, a vida não é fácil, perdas são difíceis, é como se um pedaço de você fosse embora, mas nem as dores e nem as alegrias são para sempre. Ter , esse é o remédio. Uma hora tudo vai passar, aceite os braços de Deus te reconfortando.

Felicidade


Caminhei entre as ruas vazias e as vielas silenciosas, as nuvens cobriam a lua e o escuro tomava conta de tudo. Eu sabia que o encontraria ali, sempre tão perdido e distante do mundo cotidiano. Não demorei a enxerga-lo entrando em um beco, a escuridão era mais que absoluta. Segui-o e antes que pudesse chama-lo ele se virou para me encarar, de algum modo sempre sabia quando eu me aproximava. Ele sorriu ao me ver e eu fiz o mesmo, os traços finos e fortes ao mesmo tempo, a pele clara e os olhos esmeralda sempre travessos. Ele me fitou, e nosso olhar já dizia tudo o que queríamos, a distância entre nós foi quebrada, o corpo dele se juntou ao meu e de repente eu já estava presa entre a parede e ele. Os lábios dele se moldaram aos meus, os dedos macios percorrendo-me, a sensação de êxtase se espalhando por meu corpo – e ali um correspondendo o outro como se não houvesse o amanhã, porque se você parar pra pensar na verdade não há, apenas o hoje e o agora importam, o amanhã que fique para depois. Meu corpo ao dele é a prioridade do momento, a felicidade que não demorei a encontrar, o estupor de prazer. Um sem pertencer ao outro, mas em questão de segundos já fazíamos de dois apenas um. O amor não se encontra em qualquer esquina, mas a felicidade em qualquer viela pode estar.

Flores


Ela caminhou por entre as ruas até chegar naquela que já lhe era familiar. A lua brilhava no céu, seus passos eram decididos, a firmeza era visível e esse ritmo se tornou constante até ela ver aquilo que fazia parte de seu passado. Sua mão foi instintivamente para tocar a flor num dos galhos baixos da árvore, mas parou antes que seus dedos roçassem as finas pétalas – aquelas mesmas pétalas que outrora estava entre o amor dos dois, que ocultava toda uma história e que uma a uma foram parar no chão, até que nada sobrasse. Até que nada sobrasse dentro dela também, mas agora seria diferente. As pétalas nasceriam e lá ficariam, porque ali era o lugar delas. Do amor já nada mais restava e a vida ali continuava. Ela abaixou os braços e voltou a andar, as flores que lá ficassem, eram passado agora e o sentimento de liberdade já gritava em seu peito. Quem sabe em outra esquina ela não encontra uma árvore mais florida e mais bonita.