Mais de 50 anos ao lado dele. Sabia de todos os seus defeitos, de todas as suas qualidades. Sabia de tudo o que tinha que saber. Sem segredos. Os dois haviam se tornado um há muito tempo. E era assim mesmo que tinha que ser. Mas o tempo passa e a idade também. Os problemas vêm e a saúde piora. Mesmo assim, um nunca abandona o outro. Porque as coisas são assim quando o amor é verdadeiro: Nada os separa. Nem a morte. Por ora os dois estão lá, lado á lado. Como eu queria que fosse pra sempre. Mas não é. Fazer o que. 

2 comentários

  1. Lindo texto! Adorei seu blog. Depois da uma passadinha no meu, ( http://tatian-esalles.blogspot.com.br/ ). Se gostar, me segue também. Obrigada, att.

    Tatiane Salles.

    ResponderExcluir
  2. É triste, mas algumas pessoas apenas passam pela nossa vida.

    ResponderExcluir