Trágico

Julie acordou depois de uma tarde chuvosa. Tinha dormido para esquecer as coisas, esquecer seus problemas, seus erros e seus tormentos. Mas como sempre, ao abrir os olhos tudo voltava. Ela sentia falta dele, onde quer que ia, ou olhava via um pedaço dele. Tudo a fazia lembrar dele. Não sabia se o que tinha feito era certo, não sabia se era normal se sentir um caco por dentro, não sabia de nada e nem procurava saber. Parecia um zumbi, definhando cada vez mais com o tempo. Queria ele de volta, anseiava por seus abraços e o gosto da boca dele ainda permanecia em seus lábios. Claro que Julie fizera tudo pensando nele, e se esquecera do que isso iria causar nela. Notou que ele era uma droga para ela. Agora as coisas eram diferentes e ela iria ter de se acostumar. Olhou para o pulso, onde a pulseira brilhava, não percebendo a lágrima cair. Foi até a janela e olhou para além do horizonte. O crepusculo começara agora e o sol não passava de uma forma esférica morrendo no horizonte. Era lindo. Todo dia a mesma coisa. Nascia, movia-se pelo céu, e morria. Uma dádiva da natureza. Julie queria ser assim. Uma dádiva. Sorriu involuntariamente. Sorrir era bom e acalmava o coração. Julie resolveu deitar de novo. Amanhã o sol iria nascer de novo. O céu iria se iluminar. Haveria um novo recomeço. E sempre seria assim, até o fim dos tempos chegar. E Julie? Bem, Julie lá estaria, olhando tudo, como uma boa observadora, como uma boa espectadora, de seu próprio show, esperando essa história, não ter um fim trágico.

Comentários

  1. Gostei muito deste texto! Realmente lindo e inspirador. Tem a ver com o meu estado há umas semanas atrás.
    Pessoas com o teu talento merecem muito reconhecimento. Seguindo, vai lá seguir o meu tbm, se gostar. bjooo

    http://soentrenosmulheres.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Pessoas com o teu talento merecem muito reconhecimento! O teu é maravilhoso. Bjos e ja estou seguindo. Visita-me sempre que poderes e cá virei também.

    http://soentrenosmulheres.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá flor, encontrei o teu blog, pelo blog Dreamer!
    Adorei aqui e já estou seguindo!
    bjs:*

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

[Resenha] As Valkirias - Paulo coelho

Meu amor,

O Menestrel