Sentir


Eu estava a poucos centímetros dele, ansiava por seu toque quente e familiar. Queria me perder em seus braços e esquecer por alguns minutos as preocupações mundanas. Quando estamos com alguém, os problemas não somem, mas fica mais fácil de suportar tudo, fica mais fácil achar uma solução viável. Quando estamos sozinhos aprendemos a suportar tudo em nossos pés fracos e a sorrir pela vitória de não ter desabado naquele dia. E ali naquele momento, eu queria poder olhar nos olhos dele e chama-lo de meu, mesmo sabendo que não me pertencia mais. Queria fazer-lhe carinho, mesmo sabendo que ele não merecia. Queria sorrir de forma sincera e feliz e vê-lo fazer o mesmo. Queria num minuto o que já tinha deixado de sentir há dias.

Nenhum comentário

Postar um comentário