Adeus


Gabriela conversava com ele normalmente como se o adeus não fosse chegar, mas ele sempre chega. Ele olhou nos olhos dela e disse que precisava ir, para um outro continente talvez, e ela apenas assentiu, já sabia disso há algum tempo, mas o aperto no peito era maior agora. Ela sorriu para ele, entregou as malas e dei um ultimo beijo demorado, sabia que provavelmente seria a ultima vez que o veria e sabia o quanto isso doía. Ela o incentivou a ir, mas agora chorava por dentro, ele ia se dar melhor em outro país. E então ela o viu se afastar, dizendo um adeus mudo enquanto enxugava as lágrimas do coração. Ele iria ficar bem, isso bastava.

Nenhum comentário

Postar um comentário