Longe


A noite estava fria e cada rajada de vento fazia seus corpos tremerem. Ela se agarrava a ele como se fosse a ultima coisa a fazer no mundo, e ele a embalava tentando aquecer a si próprio também. Estavam felizes. Mas isso uma hora acaba. Uma palavra errada dita por ela fez as paredes e muros se erguerem. O frio aumentou. Ele não proferia uma palavra, ela tentava achar soluções e o orgulho crescia. Ele deu um beijo no rosto dela e começou a se afastar, deixando-a ali sozinha. Cada passo dele era uma lágrima dela. Ele foi embora, e ela estava sozinha. Orgulho idiota – pensou ambos separados. E sozinhos cada um foi para um lado deixando que o frio e a escuridão da noite os envolvessem.

Um comentário

  1. E vejo que isto acontece com muitos casais. Gostei do post! Você escreve bem! Beijos!

    ResponderExcluir