Tempestade.


A chuva cai forte lá fora e os trovões mostram quem é que manda, mas a verdadeira tempestade vinha de dentro. Estou saturada de tudo já, as cobranças de um lado e as incertezas do outro e um longo caminho oculto a frente. As vezes sinto que falho com quem mais amo, mas a briga aqui dentro está maior e o meu maior refugio de tudo isso não está aqui para poder afastar meus medos e dizer que tudo vai ficar bem. Suportar tudo sozinha não é fácil, e ser forte as vezes dói. Meu segundo refugio são as palavras, que pouco mostram a turbulência que aqui se dentro se passa. A unica coisa que espero ultimamente é que tudo fique bem, e tem que ficar

Um comentário